Coisa de Mãe, Outros Papos, Virei mãe

Feliz #BumpDay!

Já na porta de casa para ir trabalhar mas antes, uma selfie do barrigão! Aqui, com 8 meses de gestação. Que saudade!
Coincidências não existem, né? Falava com uma amiga, esta manhã, sobre os perrengues que as mulheres enfrentam durante o processo de gravidez, que podem começar muito antes da gestação em si: a dificuldade de engravidar, de levá-la adiante, de “segurar” o bebê lá dentro, seguro e saudável, as complicações, abortos espontâneos, a dor da perda, o tentar de novo (e de novo, e de novo, e de novo), as dores do parto, o parto em si, e a felicidade ímpar e indescritível quando nossos filhos finalmente chegam em nossas vidas, quando temos o final feliz, que faz a gente esquecer de tudo!

E daí que abro meu e-mail e vejo que hoje, 25 de julho, é dia do #BumpDay (algo como “Dia da Barriga”) uma iniciativa da ONG International Medical Corps em parceria com a autora Heidi Murkoff, da famosa série de livros What to Expect When You’re Expecting, e que agora também é um portal, chamado What to Expect.

A ideia é promover a conscientização da importância nos cuidados da saúde da mulher durante o período de gestação. Segundo a instituição idealizadora do projeto, mais de 830 mulheres morrem, todos os dias, vítimas de complicações relativas à gravidez ou durante o parto, na maioria dos casos, mortes que poderiam ter sido evitadas.

E como podemos ajudar? Durante o #BumpDay, poste uma foto sua de barriguinha de grávida (pode ser de agora ou do passado, não tem problema) nas redes sociais, juntamente com a hashtag #BumpDay. Para cada foto, 1 dólar será doado (até 75 mil dólares) para ajudar a promover gestações e partos saudáveis ao redor do mundo.

Hum, lá vou eu, a incrédula: 75 mil dólares me parece pouco para uma causa tão grande e eu não pesquisei a fundo o trabalho desta instituição. É de verdade? Dá pra confiar? Desculpe, não sei. Mas, mesmo duvidando, resolvi engrossar o cordão e compartilhar a causa pelo simples fato de poder colocar o assunto na roda, trazer à tona, começar o papo, porque ele é sério e muitas vezes parece corriqueiro. Muitas de nós moramos em centros urbanos, com acesso à pré-natal, boas clínicas, médicos e hospitais, o que, infelizmente, não é a realidade para milhões de outras mulheres ao redor do globo.

Que a iniciativa seja íntegra, que os 75 mil dólares cheguem onde devem chegar e que a ideia dissemine. Ou melhor, que um dia, próximo, não haja mais a necessidade de projetos assim.

 

Um Happy Bump Day a todas! Mulheres, curtam suas barrigas! 

 

2 Comments

  1. Que linda e plena grávida!!!!!! Adorei a iniciativa, não sabia da existência dela. Vou tentar publicar hoje uma foto também 😀

  2. Alessandra Cayley

    Obrigada, Dani! Saudade que deu da barriga, viu? Eu também gostei da iniciativa, espero que dê bons frutos! bjs, obrigada por passar por aqui!

Leave a Reply

Required fields are marked*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.