Com eles, Toronto, Viagens & saidinhas

A magia dos mercados de Natal e o Toronto Christmas Market

De todos os eventos de fim de ano em Toronto, o meu favorito é o mercado natalino Toronto Christmas Market, realizado dentro do Distrito Histórico da Destilaria.

A decoração e luzes de Natal, as barracas de artesanato, o burburinho dos visitantes, o cheiro de comida e bebida que nos fisga pelo nariz; tudo com aquele ar de Velho Mundo, numa harmonia perfeita com o charme das ruas de pavimento irregular e arquitetura em estilo vitoriano do lugar, parecendo até que um foi propositalmente criado para o outro. De cair o queixo de tão bonito.

Mas quando penso nele, duas coisas me veem à cabeça: 1) Não vejo a hora de levar a Alicia para conhecê-lo e 2) Que pena que só tenho a Alicia para carregar comigo. Ela não tem avós, tios, primos (do meu lado da família) ou meus amigos de raiz (aqueles que nos conhecem melhor do que muito parente de sangue) por perto. Estão todos lá do outro lado do mundo.

Por essas e outras, me tocou muito a entrevista que fiz com Mathew Rosenblatt, produtor executivo do Toronto Christmas Market. À princípio, a conversa era para ser sobre as novidades para a edição deste ano, mas o que ele me ofereceu, além das informações valiosas sobre o evento, foi o resgate do propósito maior que justifica a existência de um mercado como este nos dias de hoje. Algo tão simples mas que acabamos esquecendo, atropelados pela correria do dia a dia, na ânsia de querer dar o furo (no meu caso), dizer o que ainda não foi dito.

Para Rosenblatt, a melhor parte de um mercado de Natal não é seu calendário de eventos ou suas atrações, mas seu poder de aproximar as pessoas, de despertar dentro da gente a vontade de ser bom, de fazer o bem. Para ele, este é o verdadeiro sentido do Natal e da existência de um mercado natalino. “Esperamos que as pessoas estejam fazendo isso no mundo inteiro. Nós realmente tentamos fazer a magia do Natal acontecer aqui no Toronto Christmas Market”, diz ele.

E o fazem com sucesso. Ele e uma turma de quase 400 pessoas (com um orçamento de “milhões e milhões de dólares”, segundo Rosenblatt) que trabalha o ano todo para que o mercado continue vivo, com todo o encanto e os símbolos da data que representa. Em 2016, mais de 650 mil pessoas passaram por lá, fazendo com que a versão deste ano ganhasse três dias extras.

Herança europeia

Tal qual os mercados natalinos europeus, o Toronto Christmas Market é formado por dezenas de barraquinhas, vendendo toda a sorte de quinquilharias de Natal, além de comes e bebes típicos de inverno, incluindo o delicioso glühwein, o primo alemão do nosso vinho quente (mulled wine, em inglês). Para a criançada, chocolate quente (não deixem de experimentar o da chocolateria SOMA, uma das melhores da cidade).

E como todo bom mercado natalino que se preze, o Toronto Christmas Market tem uma belíssima árvore de Natal, uma das maiores da cidade, com mais de 15 metros de altura, decorada com mais 18 mil enfeites e 40 mil pisca-piscas.

No calendário de atrações e atividades para a criançada estão: roda-gigante, carrossel, uma casa tamanho-família de biscoito de gengibre, bandas com personagens natalinos e o próprio Papai Noel, em pessoa.

Coma, beba e crie memórias 

Pergunto a Rosenblatt o que não dá para deixar de provar, dentre as guloseimas oferecidas: “A degustação de chocolate [paga e gratuita], os donuts especiais e o potato tornado“, diz ele, com uma grande ênfase neste último, que é uma espécie de batata chips no espeto que a filha dele “adora”.

Coisa para fazer com os pequenos por lá é o que não falta, mas Rosenblatt pondera: “Saibam elas [as crianças] ou não, a melhor coisa para a criançada é poder caminhar com seus pais ou avós, de mãos dadas, sorrindo, fazendo parte desta grande mágica. Elas estão criando memórias. Elas podem até brincar em todas as atrações e instalações que estarão sendo oferecidas, mas a verdadeira mágica é o que acontece entre as pessoas quando elas chegam aqui. O que fica é a conexão entre as pessoas e como elas se sentiram quando estiveram aqui. E é isso o que nos impulsiona”.

Bateu tristeza nesta hora da conversa, mas jurei a mim mesma que vou fazer o melhor que puder para que a Alicia tenha somente lembranças boas da nossa visita ao mercado, mesmo sendo a nossa família magrela do jeito que é.

Desacelere e prolongue a magia

Na minha opinião, não dá para conhecer todo o mercado num dia só, especialmente estando com criança pequena. Além de fazer muito frio nesta época do ano, impossibilitando-nos de ficar do lado de fora por muito tempo, não é um passeio para ser feito na pressa.

Eu aconselharia a visitá-lo logo que abrir (amanhã, dia 16, é o primeiro dia), quando ainda não está muito frio. Se deixar para dezembro, além de ficar próximo do dia de Natal, já vai ser inverno, com temperaturas mais baixas do que agora.

Outra dica é alternar entre estar do lado de fora, explorando as atrações do mercado, com estar do lado de dentro, visitando as lojas, cafés e restaurantes do Distrito, que estarão abertos durante o evento. Se não conseguir ver tudo o que deseja, volte num outro dia.

As novidades para este ano

Por falar em restaurante, o francês Cluny, em parceria com o Toronto Christmas Market, construiu um túnel iluminado com mais de 30 metros de comprimento e meio quilômetro de fios e luzes em sua decoração, e que promete ser “a sensação visual do ano”, segundo Rosenblatt. Não há luz somente no final deste túnel, mas uma estação aquecida para degustação de fondue, vinho, cerveja, e chocolate quente para menores de 19 anos, sorry (a maioridade para consumo de bebidas alcoólicas, por aqui).

Outra novidade que promete bombar no Instagram é a Can Donation Activation ou “despensa do bem”: uma instalação que se ilumina toda vez que recebe uma doação de uma lata de alimento, formando um mistletoe virtual. Ao fundo, um mosaico com as latas doadas, lembrando a famosa obra de Andy Warhol, Campbell’s Soup. Como coincidência não existe e plágio é crime, sim, é a empresa de sopas Campbell’s quem está por trás da ação.

Leve uma lata de alimento quando for para o mercado e participe da brincadeira. Segundo Rosenblatt, toda a arrecadação será doada para entidades de caridade da cidade, como: a ONG The Daily Bread Food Bank.

Leve, também, muita roupa de frio (vale vestir seus pequenos com macacão de inverno e touca grossa), carrinho de bebê com uma boa mantinha como proteção extra, e paciência. O mercado lota, principalmente nos finais de semana. Conselho de amiga? Tire um dia de folga e vá durante a semana porque, aos sábados e domingos, aquilo está mais para mercado de peixe do que mercado de Natal!

Outro incentivo para visitá-lo durante a semana é que não é necessário pagar ingresso para entrar, só cobrado nos finais de semana, a partir das 17h de sexta-feira, a CAD$ 6 por pessoa (crianças de até 2 anos de idade não pagam).

Preferindo ir no fim de semana, compre seu ingresso online para não ficar congelando na fila das bilheterias. Para evitar qualquer tipo de fila (ingresso ou entrada), invista no Express Pass (CAD$ 20), que dá direito a entrar no mercado direto e reto.

Eu estou contando os dias para visitar o Toronto Christmas Market, por suas atrações (quero ver o túnel, comer fondue!) mas tendo em mente a conversa com Rosenblatt: que o sorriso da minha filha e o caminhar de mão dadas com ela pelo mercado sejam o ponto alto do nosso passeio.

Como sempre, volto para contar como foi. Compartilhe você também suas memórias, deixando um comentário aqui, no Facebook ou lá no Instagram!

Toronto Christmas Market

De 16 de novembro a 23 de dezembro

Horários: Ter, Qua e Qui 12h/21h, Sex 12h/22h, Sáb 10h/22h, Dom 10h/21h, Fechados às segundas-feiras (mas o Distillery District funciona normalmente). Horário especial para o primeiro dia de funcionamento: a partir das 16h. Ingressos a CAD$ 6 para adultos e crianças maiores de 2 anos, vendidos online ou nas bilheterias. A cobrança de ingresso só se dá nos finais de semana a partir das 17h de sexta-feira. Nos outros dias, entrada gratuita; Distillery District, 9 Trinity Street. Como chegar, aqui.

#TCM2017

 

(Fotos: Toronto Christmas Market – Divulgação)

 

 

Leave a Reply

Required fields are marked*