Com eles, Primeira vez, Toronto, Virei mãe

O que é March Break e como curti-lo em Toronto

Foto: TIFF digiPlaySpace Divulgação

Antes de a Alicia nascer, em 2013, eu nem fazia ideia (e nem me importava com isso) de como o sistema educacional do Canadá funcionava, suas datas, obrigações e nomenclaturas. Mas, depois dela, quanta diferença! Infant room, toddler room, preschool, JK, SK, PA Days, March Break. What?! Parecia outro idioma que eu teria de aprender a dominar.

Vou voltar a falar dos outros nomes e siglas em outros posts mas, por hoje, vou me ater ao melhor (ou pior, depende do ponto de vista): March Break, que são umas férias curtinhas, de uma semana, que as crianças em idade escolar têm no final do inverno/começo da primavera, em março. Por isso, o nome March Break ou Spring Break (a primavera começa no final de março, por aqui). Este ano, o March Break vai de de 12 a 16 de março.

Férias é sempre bom, mas digo que o March Break pode ser ruim no caso daqueles pais que não têm família por perto e não têm com quem deixar a criançada para irem trabalhar. Muitas famílias apelam para as babás, Day Camps (cursos e atividades extra-curriculares durante o dia) ou tiram férias junto com os filhos. Daí, é por o pé na estrada (imagina os aeroportos?) ou curtir o calendário cultural da cidade, que capricha na programação para o March Break.

A Alicia ainda está numa creche particular, que não para durante este período. Amém! Mas, este será meu último ano sem ter de me preocupar com a questão: ela já está com quatro aninhos e é hora de ir para a escola pública ou “escola de criança grande”, como ela diz.

Resolvi fazer este post por vários motivos: para as famílias sortudas que estiverem visitando Toronto nesta época, porque terão mais atividades voltadas para a criançada; para as famílias que moram aqui, que ficarão na cidade e estão à procura de opções. Também porque esse será meu soft opening ou “pré-inauguração” neste mundo de “O que fazer com meu filho no March Break?!”. Vamos a alguns eventos, quero ver como é, o que compensa ou não, e volto para contar aqui, é claro.

Espero que curtam a minha listinha de sugestões. Tentei acrescentar eventos para todas as idades, até para os adultos, como as exposições Christian Dior e Wildlife Photographer of the Year, ambas no museu ROM (pois é, e lá vou eu falar de museu):

AGO (Art Gallery of Ontario) – Não tem jeito de falar em atividades culturais legais sem esbarrar na AGO ou no ROM, dois dos melhores museus de Toronto. Eles sabem como organizar eventos que fazem a gente querer visitá-los sempre! A AGO está com uma com instalação nova que já deu o que falar antes mesmo de começar: é a Infinity Mirrors, de Yayoi Kusama, e o tema para o March Break deles é todo baseado no trabalho da artista japonesa. A criançada será convidada a entrar no mundo surreal e colorido de Kusama, numa jornada no tempo e no espaço, brincando de criar uma cidade do futuro, construindo caleidoscópios, desenhando máscaras de Emojis e depois posando no mural de selfies, para recordação de família e alegria das redes sociais dos papais e mamães!

Horários e datas: de 10 a 18 de março, das 10:30h às 16h.

Ingressos (admissão ao museu + March Break Fun at the AGO): C$19,50 (adultos), C$ 16 (acima de 65 anos), C$ 11 (entre 6 a 17 anos e estudantes com comprovante). Gratuito para crianças de até 5 anos de idade, Family-Pass, válido para dois adultos e até cinco crianças ou jovens entre 6 a 17 anos.

Foto: AGO March Break Divulgação

Legoland – Outra ótima opção de passeio para o March Break, mas leve em conta de que este parque temático da Lego fica dentro de um shopping bastante movimentado, o outlet Vaughan Mills. Talvez chegando bem cedinho dê para driblar a muvuca.

A Legoland tem brinquedos de parques de diversões, cinema 4D, Lego Factory e salas com decorações e exposições temporárias e permanentes, tudo construído com peças Lego, lógico, além de espaços para a criançada colocar a imaginação para funcionar brincando de quê? De Lego. Eles também têm lojinha; prepare o bolso.

Horário especial para o período de March Break: Dia 10, das 10 às 20h; dia 11, das 10 às 19h; De 12 a 17, das 10 às 20h, dia 18, das 10 às 19h. Última entrada no parque até duas horas antes do seu fechamento.

Ingressos: C$ 24 (crianças de até 2 anos não pagam). Veja aqui como chegar.

ROM (Royal Ontario Museum) – Tem tanta coisa legal na programação para o March Break no ROM deste ano que vai ser preciso passar um dia inteirinho por lá. O museu pegou carona em sua exposição sobre o povo viking, recriando uma Vila Viking, com encenações com figuras da época, “artesãos” ensinando a criançada a fazer “jóias” como naqueles tempos (e quem sabia que eles também dominavam esta técnica?). Aprenda a soletrar seu nome com os símbolos mágicos das runas, que antecedem o advento da escrita, e se esbalde no lounge temático, seja para batalhas épicas lúdicas, na área de atividades, ou para relaxar depois de conquistar o mundo!

Participe, também, de uma caça ao tesouro, coordenada por gente que entende do riscado: o pessoal do Archaeological Institute of America (Instituto de Arqueologia da América) e da Universidade de Toronto, e conheça a impressionante história das borboletas monarcas, que voam do Canadá para o México para fugir do inverno, sendo o único inseto no mundo a realizar uma migração tão longa. Esta última atração faz parte da exibição Wildlife Photographer of the Year, que fica no museu somente até o dia 18.

Pensou que era só isso? Ainda tem a exposição Christian Dior, em comemoração aos 70 anos da maison e sua importância no desenvolvimento da indústria da moda pós-Segunda Guerra Mundial. Canse bem os pequenos, enfie-os no carrinho para uma soneca e curta um momento “eu” no acervo da exibição, que tem como foco os primeiros dez anos (1947 a 1057) da marca, ainda sob a batuta do próprio Christian Dior. Agora, se sua cria for fissurada por vestidos como a minha é, tenho certeza de que vocês irão começar o dia por aqui. Nós vamos!

Horários: de 10 a 18 de março, das 10h às 19h, exceto no domingo, dia 18, até às 17:30h.

Ingressos (admissão ao museu + March Break Viking Adventure, Dior e Wildlife Photographer of the Year): C$ 39 (adultos), C$ 24 (crianças entre 4 a 14 anos), C$ 32.50 (acima de 65 anos), C$ 31 (jovens entre 15 a 19 anos e estudantes com comprovante). Gratuito para crianças de até 3 anos de idade.

100 Queen’s Park, metrô Museum.

Sugarbush Maple Syrup Festival – O maple syrup (xarope de bordo) é um souvenires símbolos do Canadá, mas o que pouca sabe é que é fácil visitar o lugar onde ele é produzido: um sugar shack, ou cabana à sucre, em francês, e conhecer o fascinante processo de produção do líquido: um processo dispendioso e artesanal que começa na extração da seiva da árvore de maple (ácer, em português) somente durante as noites frias do final do inverno canadense.

O Canadá é líder mundial na produção de maple syrup, sendo a província de Quebec a responsável por 70% deste volume, mas não é preciso ir tão longe para visitar um sugar shack legítimo. Há dezenas deles ao redor de Toronto e GTA (Greater Toronto Area), como as quatro localidades que participam do Sugarbush Maple Syrup Festival, com propriedades em Stouffville, Woodbridge, Halton Hills e Orangeville, todas a menos de uma hora do centro de Toronto, de carro.

Um passeio imperdível para quem está por aqui, nesta época. Veja como o maple syrup é produzido, prove seus diferentes tipos, sobre uma pilha de panquecas quentinhas, feitas na hora, ou em forma de maple taffy, quando o líquido é derramado sobre a neve até congelar, servido no palito. A criançada vai adorar poder brincar na neve, se lambuzar de doce e percorrer a propriedade de carona nas wagon rides, espécie de trenzinho puxado a trator. Só lembre-se de agasalhar muito, mas muito bem mesmo, toda a família.

Ingressos: De C$ 5,75 a C$ 8,75. Compre seu ingresso online e garanta entrada ilimitada nas quatro localidades durante todo o período do festival, que vai de 10 de março a 8 de abril.

Horários: De acordo com a localidade escolhida.

TIFF Kids & digiPlaySpace – O primeiro evento é a versão para crianças do verdadeiro TIFF, o famoso Festival Internacional de Cinema de Toronto. São mais de 100 filmes, vindos de 40 países, curados para crianças e jovens entre 3 a 13 anos de idade, incluindo um curta-metragem brazuca! Em “Médico de Monstro”, o diretor brasileiro Gustavo Teixeira conta a história do menino Dudu, que sonha em ser médico de monstros. Mas, para isso, terá de enfrentar as gracinhas dos amigos e lutar contra seus próprios medos.

Tal qual o TIFF “pai”, o TIFF Kids também tem festa de abertura, inspirada no filme White Fang, que inicia o festival, com tapete vermelho (quer dizer, pela foto de divulgação, acho que este será cinza), comes e bebes e atividades para os pequenos (tanto o filme quanto a festa são recomendados para crianças entre 8 a 13 anos de idade). Sexta-feira, dia 9 de março, às 17h (festa) e 19h (filme); Ingressos C$ 36.

TIFF Kids – De 9 a 18 de março, horários e lista de filmes no site. Ingressos; C$ 14 (adultos), C$ 11,50 (estudantes e acima de 65 anos), C$ 10 (crianças).

Foto: TIFF Divulgação

Já o digiPlaySpace é um evento para saciar a sede de tecnologia da garotada e mexer com seus sentidos, com 21 instalações interativas, vindas de 11 países, desenvolvidas para crianças na faixa etária de 3 a 13 anos (com atividades agrupadas por idade). As crianças são convidadas a tocar, desenhar, criar e recriar arte a partir de recursos digitais, como a instalação Kaleidoscope: use suas mãos para transformar luz numa explosão de cores.

Horários: (especial para o período de March Break, entre 10 a 18 de março): das 10 às 18h. Depois deste período, o evento vai até o dia 22 de abril, de Seg. a Sex., das 14 às 16h; Sáb. e Dom., das 10 às 18h; Feriados, das 10 às 18h.

Ingressos: C$ 11 (dias da semana) e C$ 13 (finais de semana e feriados).

TIFF BellLightbox: 350 King Street West, metrô St. Andrew.

Transporte público mais barato durante todo o March Break

Durante toda a semana do March Break (de 10 a 18 de março), a TTC, empresa responsável pelo transporte público da cidade, estará oferecendo o Day Pass, que dá direito a utilizar metrôs, ônibus e streetcars (bondes) durante um dia inteiro, a uma taxa única de $12,50 para toda a família, com a possibilidade de várias combinações: 1 adulto + 5 crianças e jovens entre 13 a 19 anos, 2 adultos e 4 crianças e jovens entre 13 a 19 anos ou 2 adultos. Crianças de até 12 anos não pagam passagem. 

 

Bom Passeio!

 

 

 

Leave a Reply

Required fields are marked*